Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Lei Aldir Blanc

Exposição virtual revela “A Magia da Folia dos Bois e dos Ursos” de Arcoverde

As imagens estão expostas no perfil do Instagram @boiseursosdearcoverde

Amannda Olivera/Divulgação

Amannda Olivera/Divulgação

As imagens retratam a folia de bois e ursos da cidade de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco

Está no ar, desde o último sábado (20), a exposição virtual “A Magia da Folia dos Bois e dos Ursos”, capitaneada pela fotógrafa Amannda Oliveira e pelo produtor de vídeos Pedro Rodrigo. As imagens estão expostas no Instagram @boiseursosdearcoverde e, por lá, o público poderá acompanhar novidades até o dia 30 de março. A inciativa foi contemplada pelos recursos da Lei Aldir Blanc em Pernambuco.

No Instagram, é possível ver de perto toda a magia da folia dos bois e dos ursos que toma conta da cidade de Arcoverde, durante o mês de fevereiro. Nos bairros, as crianças se unem e com os seus bois improvisados, alguns feitos de papelão, correm pelas ruas encantados com a brincadeira. À noite, os ensaios das agremiações costumam arrastar dezenas de pessoas atrás das alegorias. Uma tradição que existe e resiste há 20 anos, e que ganhou protagonismo na folia de momo do município.

Quando começou, havia o Boi Lavareda do saudoso Mestre Luiz Preto, o Boi Maluvido que fazia a festa no bairro do São Cristóvão e o Jaraguá Cafuné de Jimmy Webb que depois virou o Boi Cafuné, hoje o mais antigo em atividade. Com o passar dos anos, a brincadeira se profissionalizou e muitas agremiações nasceram e se tornaram campeãs como o Boi Maracatu, Boi Diamante, o Urso Pé de Lã, o Boi Arcoverde, o Boi Boiolas, a La Ursa Rosinha, o Urso Branco, o Urso Mimoso, o Boi Estrela Solar, e tantos outros que fizeram o Carnaval ganhar um boiódromo para as competições no carnaval.

“Em 2017, o projeto do então deputado estadual Eduíno Britto dava a Arcoverde o título da Terra da Folia dos Bois e dos Ursos. Os nossos bois ano a ano se consagram campeões do carnaval de Pernambuco, mas a magia que nasce dos bairros não diminuiu. Algumas agremiações continuam a brincar e a ensinar crianças, jovens e adultos a história que conta a saga de Matheus e Catirina na difícil trajetória de ressuscitar o boi, assim como a importância do urso, do caçador e o seu domador na brincadeira”, conta Amanda. “A nossa exposição mostra, através de vídeos e fotos, toda essa magia que está presente na brincadeira das crianças, nos preparativos das agremiações para o carnaval e, é claro, nas apresentações na folia de momo”, complementa.

EXPOSITORES

Amannda Oliveira é fotógrafa, blogueira há 12 anos, historiadora, pesquisadora de cultura popular, com formação nas áreas de comunicação e turismo e uma eterna contadora de histórias.

Pedro Rodrigo é produtor e editor de vídeo, além de fotógrafo. Trabalha há 20 anos com a produtora Viva Imagens desenvolvendo projetos culturais, empresariais e sociais para eventos privados, de marketing, associações culturais, agências de teatro e publicidade.

< voltar para home