Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

MÚSICA

“Do Frevo ao Forró” reúne Silvério Pessoa e Maestro Spok na Caixa Cultural

O show inédito vai homenagear artistas ligados aos dois ritmos, como Luiz Gonzaga, Marinês, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, entre outros ícones da música nordestina

Fred Jordão/Divulgação

Fred Jordão/Divulgação

A apresentação será marcada por vários clássicos do cancioneiro popular nordestino

Silvério Pessoa e Maestro Spok encabeçam, desta quinta-feira (3) ao próximo sábado (5), o espetáculo musical “Do Frevo ao Forró”, na Caixa Cultural Recife. O projeto enaltece a música popular presente nas tradicionais festas do ciclo cultural pernambucano, a partir do encontro dos dois músicos no palco. Já o repertório contempla um diálogo diverso entre canções, épocas, estilos e ritmos e promete mexer com público.

O espetáculo foi idealizado para o Programa de Ocupação dos Espaços da Caixa Cultural e, além do Recife, vai passar pelas unidades de Salvador e Curitiba. Entre as músicas que compõem o show, estão: “Gostosão” (Nelson Ferreira), “Juventude Dourada”, “Trombone de Prata e Ciranda” (Capiba), “Pagode Russo” (Luiz Gonzaga), “Sete Meninas” e “Doidinho, Doidinho” (Dominguinhos e Toinho Alves), “É Proibido Cochilar” (Trio Nordestino), “Cabeça Feita” e Micróbio do Frevo” (Jackson do Pandeiro), “Roda e Avisa” (J. Michiles, Alceu Valença e Edson Rodrigues), “Último Regresso” (Getúlio Cavalcanti), entre outras. No show, os artistas serão acompanhados por uma banda formada por Renato Bandeira (Guitarra), Augusto Silva (Bateria), Bráulio Araujo (Baixo) e Júlio Cesar Mendes (Sanfona), além dos metais do maestro Spok e do violão de Silvério Pessoa.

Silvério Pessoa
Silvério Pessoa é músico, nascido no dia 6 de janeiro de 1962 em Carpina, cidade da Zona da Mata Norte de Pernambuco. Quando criança, sempre costumava ouvir músicas de forró, maracatu rural e outros ritmos regionais, o que contribuiu fundamentalmente para torná-lo um apreciador do gênero. Inserido no contexto musical desde 1994, já conta com nove CDs gravados, destaque para o Micróbio do Frevo, lançado em 2013, que teve a participação especial de Maestro Spok e orquestra. “O Frevo e o Forró são os gêneros mais contemporâneos de nossa cultura, e poder fazer esse encontro de ritmos no palco, pra mim, é motivo de muita alegria e realização”, afirma.

Maestro Spok
Apontado como o embaixador do frevo, o músico e compositor Inaldo Cavalcante de Albuquerque, o Maestro Spok, nasceu na pequena cidade de Abreu e Lima (Região Metropolitana do Recife). Começou a tocar aos 12 anos, por influência de um tio e um primo saxofonistas. Logo que tomou gosto pela música, criou a Orquestra Spok Frevo, que reproduz um repertório composto de frevos-de-rua, puramente instrumentais, e frevos-canções, novos e já consagrados. Para ele, estar ao lado de Silvério Pessoa nesse projeto será uma oportunidade de recontar a história de quem contribuiu e ainda faz pela nossa música. “É um momento para lembrar e emocionar a todos com os trabalhos de Luiz Gonzaga, Marinês, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, entre outros”, destaca.

Serviço
Silvério Pessoa e Maestro Spok apresentam”Do Frevo ao Forró”
Quando: quinta (3) e sexta-feira (4), às 20h; sábado (5), às 17h e às 20h
Onde: Galeria da Caixa Cultural Recife (Av. Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife)
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia entrada para todos os casos previstos em lei e clientes Caixa)
Bilheteria: a partir das 9h do dia 2 de outubro (quarta-feira)
Bate papo: 4 de outubro (sexta-feira), às 15h. Gratuito.

< voltar para home