Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

AUDIOVISUAL

Cinema Rio Branco volta à vida cultural dos pernambucanos

Sala centenária em Arcoverde foi reaberta com novo sistema digital, no último 5 de junho

Divulgação

Divulgação

Sala de rua completa 100 anos em 2017 e é reaberta ao público

Em 1963, com apenas 13 anos de idade, o menino José Maria da Silva poderia ser encontrado em Arcoverde ajudando a projetar um de seus
filmes favoritos, Tarzan e o terror do deserto. Cinquenta e quatro anos depois, Zé do Cinem – como ficou conhecido – observa, cheio de boas lembranças, a exposição de fotos históricas instalada no hall do equipamento cultural que ajudou a tornar patrimônio de Pernambuco: o Rio Branco, a mais antiga sala em funcionamento na América Latina.

“Eu saía da escola e vinha direto pra cá, era uma alegria muito grande, aprendi muita coisa nesse tempo todo”, conta. A partir de agora, o novo aprendizado de Zé do Cinema vai ser projetar filmes no sistema digital, inaugurado neste 5 de junho de 2017.

Amannda Oliveira

Amanda Oliveira

Exposição fotográfica Memória de Arcoverde está em cartaz no Rio Branco

Centenário, o Cinema começou a funcionar quando nem a cidade de Arcoverde existia, era apenas o vilarejo Rio Branco, que pertencia à Pesqueira. “Não é pouca coisa o que está acontecendo. A história do sertão de Pernambuco passou por essa sala. Reinserir este espaço na vida cultural dos arcoverdenses é um passo importante, que retoma valores democráticos e contribui para a humanização da cidade”, comentou o Secretário Estadual de Cultura, Marcelino Granja.

Sob a administração da Prefeitura de Arcoverde, o Rio Branco é agora objeto de um Acordo de Cooperação Técnica entre o Município e o Governo do Estado. De acordo com Silvana Meireles, traz uma série de simbolismos, passa pela compreensão do espaço público como promotor de cidadania, aponta para o valor que a gestão municipal tem dado à cultura e comprova que a convergência institucional e de parceiros dá resultado”.

David/Prefeitura de Arcoverde

David/Prefeitura de Arcoverde

Secretário Estadual de Cultura e Prefeita de Arcoverde assinam acordo de cooperação

Este novo momento do Cinema foi possível graças ao esforço da gestão municipal e o apoio do Programa Cine de Rua (Secult-PE e Fundarpe). O programa foi desenvolvido a partir de um Grupo de Trabalho formado por representantes do poder público e da sociedade civil que, desde 2016, discute e planeja a reinserção de salas de cinema no circuito de exibição audiovisual pernambucano.

Durante este mês de junho, o Cinema funcionará em fase experimental para teste do novo sistema digital, que permitirá sua reinserção no mercado contemporâneo da produção cinematográfica. Nos últimos anos, a sala passou a ter dificuldade de receber títulos atuais, por contar apenas com um projetor em 35 mm – um grande patrimônio e diferencial -, mas cujos rolos clássicos já não são mais produzidos pela grande maioria dos estúdios.

David/Prefeitura de Arcoverde

David/Prefeitura de Arcoverde

Silvana Meireles apresentou o Programa Cine de Rua aos presentes

Por meio do GT Cine de Rua, o equipamento cultural foi objeto de um minucioso diagnóstico técnico desenvolvido pelo programador do São Luiz, Geraldo Pinho, e pelo arquiteto especializado Oswaldo Emery, que também é consultor de projetos audiovisuais vinculado ao MinC. Por meio do acordo, a gestão estadual firma o compromisso de prestar, por três anos, assessoria técnica especializada, curadoria e, de uma maneira estratégica, ações em parceria com a Fundação Joaquim Nabuco que ajudem a formar projecionistas e programadores no município.

O Rio Branco contará ainda com o apoio do Comitê de Programação do GT, formado atualmente pelo Cinema São Luiz, Cinema da Fundação, SESC Pernambuco, Secult-PE, Consulado Geral da França no Recife e do Movimento #CineRuaPE.

“Este é um momento muito especial e emocionante pra Arcoverde. Acreditamos na riqueza cultural da cidade, acreditamos que o sucesso de hoje é resultado de um trabalho de equipe, fruto da credibilidade que a Secretaria de Cultura e Comunicação do Município, mesmo com tão pouco tempo de existência, já alcança”, comemora a Madalena Britto, Prefeita de Arcoverde.

David/Prefeitura de Arcoverde

David/Prefeitura de Arcoverde

Prefeita Madalena Britto ressaltou a importância do equipamento cultural para a vida da cidade

Durante a cerimônia,a Secretária de Cultura e Comunicação, Teresa Padilha, agradeceu a todos os parceiros e saudou os os presentes. Para o Diretor de Cultura, Vinícius Carvalho, “o antigo projetor de 35mm, patrimônio da nossa cidade, continuará sendo valorizado, o desafio agora é trazer conteúdos de qualidade, filmes que agradem a todos os públicos, para que esta sala reproduza o que está sendo produzido de melhor no Brasil e, especialmente, em Pernambuco”.

PROGRAMAÇÃO
Dando início às exibições na noite histórica, a cineasta Camila Nascimento apresentou o documentário Meu mundo em Um Minuto, resultado de uma oficina desenvolvida com alunos da Escola Municipal Severina de Souza Bradley, no distrito de Caraíbas. “A parte da formação, talvez seja a mais importante da cadeia da política do audiovisual, acredito que cinema é linguagem, a gente tem que aprender”, comentou, defendendo a continuidade de ações de formação cultural em audiovisual no município.

Na sequência, o diretor Sérgio Oliveira fez a pré-estreia nacional de Super Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos e ressaltou a alegria de participar deste momento. “O filme nasceu aqui na cidade, gravamos neste cinema, inclusive. Ver essa sala reaberta tem tudo a ver com nosso filme, que traz um recorte do sertão que está em mudança, com toda a liberdade artística em meio à música maravilhosa da Orquestra Super OARA”, comemorou Sérgio.

David/Prefeitura de Arcoverde

David/Prefeitura de Arcoverde

‘Super Orquestra Arcoverdense de Ritmos Americanos’ foi o primeiro longa a ser exibido neste novo momento do Rio Branco

De 08 a 21 de junho, Arcoverde terá acesso a um recorte da programação do Festival Varilux de Cinema Francês. Já durante a semana de 22 a 28 deste mês, entram em cartaz os filmes Danado de BomO Som ao Redor e o curta Uma Balada para RockLane.

Confira a programação para os próximos dias:

FESTIVAL VARILUX DE CINEMA FRANCÊS EM ARCOVERDE
De 08 a 21 de junho | Cinema Rio Branco

Programação:
Quinta-feira, 08/06 | 20h – Frantz
Sexta-feira, 09/06 | 20h – Amanhã
Sábado, 10/06 | 18h – Perdidos em Paris   /   20h – O Filho Uruguaio
Domingo, 11/06 | 18h – A Viagem de Fanny   /  20h – Uma Agente Muito Louca
Terça-feira, 13/06 | 20h – Tour de France
Quinta-feira, 15/06 | 20h – Perdidos em Paris
Sexta-feira, 16/06 | 20h – Tour de France
Sábado, 17/06 | 18h – Amanhã   /  20h – Frantz
Domingo, 18/06 | 18h – Uma Agente Muito Louca  /  20h – O Filho Uruguaio
Terça-feira, 20/06 | 20h – A Viagem de Fanny

 

< voltar para home