Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Barrocos do Recife e de Minas Gerais dialogam na Torre Malakoff

Exposição gratuita sobre o estilo artístico será inaugurada no Recife nesta próxima quinta-feira (4), às 19h

Divulgação

Divulgação

Mostra faz um paralelo entre o barroco recifense e o barroco mineiro

O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, apresenta na Torre Malakoff, Bairro do Recife, a exposição Diálogo entre Barrocos. Com abertura marcada para a próxima quinta-feira (4), às 19h, a mostra levará ao público detalhes do Barroco de Ouro Preto e Bom Jesus de Matosinhos, os quais eternizaram Aleijadinho como o Patrono das Artes no Brasil. A exposição, que é gratuita e realizada numa parceria com o Instituto Cervantes Recife, conta ainda com conferências e uma classe in situ sobre o tema, que será ministrada pelo arquiteto espanhol José Maria Plaza Escrivá.

Diálogos entre Barrocos chega ao Recife no momento em que se celebra o segundo centenário da morte de Aleijadinho, ocorrida em 18 de novembro, o Dia do Barroco Mineiro. A proposta da mostra é estabelecer um diálogo entre o barroco pernambucano e o de Minas Gerais, ressaltando a originalidade do estilo artístico desenvolvido no Brasil.

Durante a exposição será apresentado um registro iconográfico baseado nesse universo de monumentos, imaginária, pintura, talha e cantaria, os quais foram desenhados in situ pelo arquiteto espanhol José Maria Plaza Escrivá. Os desenhos ganham maior amplitude através dos painéis em mosaico artístico produzidos pela arquiteta Sandra Paro, adquirindo uma dimensão inusitada pela arte musiva, a linguagem da pintura eterna.

Mesmo após terem se desenvolvido em circunstâncias distintas, Recife pela cana de açúcar, Ouro Preto e Bom Jesus pela descoberta do ouro e pedras preciosas, verdadeiras obras artísticas foram produzidos a partir deste estilo. Apesar da grande importância do barroco recifense, este é o único no Brasil que ainda não foi reconhecido pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Conferência e classe in situ

O arquiteto José Maria vai participar de uma conferência, marcada para o dia 2 de outubro, às 19h, para tratar dessa relação entre barrocos. No dia 9 do mesmo mês, às 10h, o espanhol Escrivá ministrará uma classe in situ para pessoas interessadas, desenhando a Torre Malakoff no próprio local.

Serviço
Exposição Diálogo entre Barrocos
Torre Malakoff (Praça Arsenal da Marinha – Bairro do Recife)
Abertura: Quinta-feira (4) | 19h
Visitação até 12 de outubro
Terça a sexta | 10h às 18h
Sábados| 15h às 18h
Domingos | 15h às 19h

< voltar para home