Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Exposição “Desenhos de Bordo” marca os 50 anos do Museu do Trem

A partir do próximo sábado (8), a mostra entra em cartaz no equipamento cultural. O acesso é gratuito

Danilo Souto Maior/Secult-PE/Fundarpe

Danilo Souto Maior/Secult-PE/Fundarpe

A exposição é a primeira mostra individual de Pollyana Queiroz em um museu

Para celebrar seu cinquentenário, o Museu do Trem do Recife – Estação Central Capiba inaugura sábado (8), a partir das 10h, a exposição “Desenhos de Bordo – METROREC SKETCHES”, que tem início no próximo sábado (8), a partir das 10h. A mostra é encabeçada pela desenhista pernambucana Pollyana Queiroz e conta com dezenas de desenhos feitos em sketchbooks, com canetas e marcadores coloridos. É um registro imagético das viagens cotidianas da artista, um diário de bordo do que ela vê e sente durante as idas e vindas sobre o trilho.

“É um projeto que nasceu na pandemia, com o nome de #MetrorecSubwaySketches, postado inicialmente no Instagram. Era meu passatempo da viagem enquanto ia de casa para o trabalho e voltava, observando ambulantes, passageiros, artistas. São pessoas comuns que passam a ser figuras públicas, personagens dessa narrativa”, explica a artista. A exposição é independente e conta com o trabalho do ilustrador Bruno Maia Giordano, na curadoria e no designer.

Os primeiros trabalhos de Pollyana Queiroz nesse estilo foram feitos em 2016. Mas só em 2020 ela começou a desenhar de forma sistemática no Metrô do Recife. “Eu precisava de um tema para um desafio lançado anualmente na internet, sempre no mês de outubro, chamado Inktober. E o metrô passou a ser o cenário perfeito”, conta.

É também a estreia da artista em um museu. Pollyana Queiroz participou de exposições coletivas no Centro de Artes e Comunicação (CAC) da Universidade Federal de Pernambuco e de mostras individuais noutros espaços. “Expor num museu é uma responsabilidade. Quero compartilhar meu olhar lúdico e crítico sobre momentos cotidianos, que falam também sobre vida ”, atesta a pernambucana.

“Desenhos de Bordo – METROREC SKETCHES” ocupa a sala dedicada a exposições temporárias no Museu do Trem. Reproduções inéditas em acrílica sobre papel foram feitas pela artista especialmente para a ocasião, além de uma instalação artística que dialoga com o formato da sala, remetendo a uma composição de metrô e uma estação, com faixa amarela e avisos de alerta.

Para o coordenador de ação educativa do Museu do Trem, André Cardoso, é importante o olhar singular que a exposição Desenhos de Bordo estende para as cenas cotidianas desse meio de transporte tão fundamental para a Região Metropolitana do Recife. “É uma forma de gerar reflexões sobre o trem hoje, que se faz presente no dia a dia de milhares de pernambucanos”, diz ele.

Serviço
Quando e onde: de 8 de janeiro a 5 de fevereiro, no Museu do Trem – Estação Central Capiba (R. Floriano Peixoto, s/n – São José, Recife).
Visitação: de terça a sexta-feira, das 10h às 16h; sábados e domingos, das 10h às 14h.
Acesso gratuito

< voltar para home