Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Luiz Barroso inaugura a exposição “Invisível Presença II” na Torre Malakoff

A mostra será inaugurada nesta sexta-feira (26), às 19h

Divulgação

Divulgação

A exposição é a primeira mostra individual do artista na capital pernambucana

A Torre Malakoff, equipamento cultural gerenciado pela Secult-PE/Fundarpe, inaugura nesta sexta-feira (26), a exposição Invisível Presença II. Com obras do artista visual Luiz Barroso, texto crítico de Raul Córdula, projeto expográfico de Antônio Filho e fotografias de Gustavo Moura, a mostra é composta por quatro instalações que apresentam como tema o sentido da ausência. São desenhos, assemblages, colagens, esculturas e pasta de papel que, quando organizadas no espaço, traduzem a ausência de comunicação, de significado nas linguagens e, sobretudo, a presença da ausência (saudade) num sentido mais íntimo da vida do artista. Ausências que se revelam/aparecem/afloram em sua obra.

Esta exposição apresentada na Torre Malakoff é sua primeira mostra individual no Recife, e é mais um fruto da parceria da Torre Malakoff com o Centro Cultural Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte e a Estação das Artes, ambos na Paraíba. Esse acordo firmado entre as instituições, desde 2015, promove o intercâmbio de artistas e exposições. Barroso é de Campina Grande-PB e tem intensa vivência na França, especialmente em Marselha, onde morou nas décadas de 1990/2000, tendo participado com outros artistas de João Pessoa, Recife, Salvador, Curitiba e Assunção, capital do Paraguai, de intenso intercâmbio criado a partir da Associação Cultural Le Hors-Là.

O destaque da mostra está na instalação que dá nome a exposição, ‘Invisível Presença’ (2016). Sobre ela o artista afirma que nos “desenhos, de forma compulsiva, com a repetição de traços e formas, resgato o meu eu ‘arcaico’. (…) É automático! A repetição, o acúmulo e a superposição são formas de preencher um vazio sem fim, que quanto mais faço mais dá vontade de ir adiante”. Sobre a instalação ‘Pedras no Caminho’ (2004), Raul Córdula diz: “A poética de Luiz Barroso coloca o espectador em busca de significados quando ele sugere formas, informações, imagens fragmentadas ou fora de seus lugares como as pedras flutuantes que comentam a gravidade sem aludir à ciência, à física, somente ao mistério”. Ainda compõem a mostra as instalações ‘Metalinguagem’ (2012) e ‘Natureza Híbrida’ (2012).

Serviço
Exposição Invisível Presença II | Luiz Barroso
Abertura: 26/01/2018, sexta-feira, às 19h. Período de visitação: de 27/01 a 18/03/2018.
Local: Torre Malakoff – Praça do Arsenal, S/N, Bairro do Recife – Recife/PE.
Horário de visitação: terça a sexta, das 10h às 17h, sábado, das 15h às 18h e domingo, das 15h às 19h.
Entrada Gratuita

< voltar para home