Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Mostra sobre oferendas aos Orixás entra em cartaz no Museu do Barro

A exposição, que marca o Mês da Consciência Negra, revela o papel das oferendas no universo das religiões afro-brasileiras

Divulgação

Divulgação

Mostra ressalta a importância das oferendas nos ritos das religiões afro-brasileiras

A comida tem um papel fundamental no universo das religiões afro-brasileiras, estando presente em praticamente todos os momentos, seja durante a oferta sagrada aos Orixás como nos banquetes ou nas festas mais costumeiras. Sugerindo um mergulho no universo das oferendas nessas tradições que a mostra Oferendas: Obrigações do Sagrado entra em cartaz, nesta sexta-feira (18), no Museu do Barro de Caruaru (Mubac).

“Quem nunca se deparou com oferendas, comidas, bebidas, perfumes e charutos pelas encruzilhadas das cidades? Quem certamente não ouviu algum tipo de associação pejorativa desses ‘despachos’ com ‘os batuqueiros’? A ideia da mostra é justamente ajudar a combater esse preconceito que ainda existe contras as religiões de matriz africana e, principalmente, revelar a complexidade e o simbolismo dos rituais”, conta Amélia Campelo, gestora do Mubac e idealizadora da exposição, que marca as comemorações do Mês da Consciência Negra.

Oferendas: Obrigações do Sagrado é composta por dez xilogravuras dos artistas Ricardo Pessoa e Geo Andrade, que retratam os elementos dos Orixás mais conhecidos (raios de Iansã, martelo de Xangô, cajado de Oxalá, adereço de Nanã, espada de Ogum e espelho de Oxum), uma mesa que reproduz várias oferendas às entidades de matriz africana, além de peças da coleção de Arte Popular de Abelardo Rodrigues e elementos cedidos pelos terreiros de candomblé de Caruaru.

“As religiões afro-brasileiras são muito reconhecidas por suas festas, com cantos, danças, ritmos dos tambores e comidas. A nossa intenção é retratar um pouco da beleza dessas festividades, que reúnem e fascinam tantas pessoas”, afirma Campelo.

A exposição Oferendas: Obrigações do Sagrado  fica em cartaz até o dia 10/12 e é fruto de uma parceria entre a Secult-PE/Fundarpe, através do Mubac, o Coletivo Afro-Brasileiro Bará Àsà, a Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru e a Prefeitura de Caruaru.

< voltar para home