Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Poesia, debates e lançamentos literários marcam a programação da Praça da Palavra

Polo de literatura do FIG funcionará durante o festival de 22 a 29 de julho, com atividades divididas em vários horários e para os diversos públicos

Divulgação

Divulgação

Praça da Palavra, o polo literário do FIG, este ano recebe o nome de Hermilo Borba Filho em homenagem ao centenário do autor pernambucano

Homenagens a importantes autores pernambucanos – como Hermilo Borba Filho e Luís Jardim, além de recitais, mesa de glosa, encontros de música e poesia, lançamentos literários, debates sobre política cultural e oficinas de literatura para a criançada. São várias as atividades este ano na Praça da Palavra do FIG, que funcionará durante o festival de 22 a 29 de julho, com uma programação dividida em vários horários e para os diversos públicos – além de estandes de venda de livros e lounge de leitura para visitantes.

Segundo Mariane Bigio, coordenadora de Literatura da Secretaria de Cultura de Pernambuco, um dos destaques desta edição é a mesa Vida e Obra de Hermilo Borba Filho, com a presença do pesquisador João Denys e da secretaria de Cultura do Recife, Leda Alves. O encontro está marcado para o dia 27 de julho, a partir das 17h, e é uma das ações em homenagem ao centenário do autor pernambucano presentes no festival. “Vai ser um momento único pela mistura de alguém que é especialista e estudioso da obra deste importante autor, com a afetividade de alguém que compartilhou a vida com Hermilo e representa hoje uma memória do legado que ele nos deixou”, explica Mariane Bigio. As homenagens a Hermilo, um estudioso da cultura popular, se estendem por toda a programação da Praça com atividades ligadas a essa temática, como literatura de cordel e mesa de glosa.

Reprodução

Reprodução

Mesa de Glosa com poetas do Pajeú é uma das ações da Praça da Palavra este ano

Neste sentido, a coordenadora de Literatura da Secult-PE dá detalhes sobre a realização da ação De Repente uma Glosa, inédito no FIG, com Genildo Santana, Zé Adalberto, Alexandre Morais, Dayanne Rocha e Elenilda Amaral, sob mediação de Luna Vitrolira. “Será um momento de improvisos com a participação de cinco poetas, boa parte do Sertão do Pajeú, dos quais duas são mulheres, o que é uma presença rara nas mesas de glosa. Na verdade teremos três mulheres participando porque teremos a mediação de Luna Vitrolira. Os motes são dados na hora, a partir de uma interação com o próprio público e contexto histórico-político atual, e os participantes terão que fazer uma poesia rimada e metrificada que termine com o tema sugerido”.

O poeta José Adalberto, natural de Itapetim, comemora a realização deste encontro durante o 27º Festival de Inverno de Garanhuns. “Já estive com os outros poetas várias vezes, em várias regiões do estado e do Brasil. Passamos por Petrolina, Recife, vários locais do agreste, Sertânia, Afogados da Ingazeira, Triunfo. É tanto canto que se eu fosse ficar falando passaria um dia inteiro. Eu acho muito oportuno que a gente leve uma mesa de glosa para o FIG porque por onde a gente tem passado tem sido uma atividade muito atrativa, deixa a plateia atenta e curiosa. Ela é feita no improviso, ao contrário de um recital que você leva tudo pronto. Antes de começar ficamos nervosos, claro, porque tem muita emoção, tanto pra quem assiste como pra quem participa. Mas a gente confia na mesa como um instrumento de descontração do público”, opina.

Divulgação

Divulgação

Conhecido por personagens como Dr. Victor (Castelo Ratimbum), Sérgio Mamberti, que também atuou como secretário de Políticas Culturais do MinC, participa de debate sobre políticas culturais na Praça da Palavra

A Praça da Palavra também será palco de um importante debate sobre políticas culturais no Brasil. No domingo (23), às 18h, haverá o lançamento de um livro de Américo Córdula, que se chama Políticas Culturais e Gestões Democráticas no Brasil, uma publicação que conta com vários textos de autores importantes para a política cultural do nosso país. O evento terá a participação do ator Sérgio Mamberti, conhecido por personagens conhecidos como Dr. Victor (Castelo Ratimbum), que atuou também como secretário de Políticas Culturais do MinC e contribuiu com um texto nesse livro. “Recebemos essa mesa com muito prazer porque no momento político que o país passa, de crise para além da economia, ter um debate como esse é essencial. Precisamos pensar a cultura sob esse aspecto das políticas e alinhar com a democracia”, ressalta Mariane Bigio. O debate terá mediação da atriz e conselheira de cultura de Pernambuco, Paula de Renor.

Mário Miranda Filho

Mário Miranda Filho

Marcelino Freire participa da programação ao lado do músico Alexandre Revoredo, com o projeto ‘Diz, ritmia: o canto do verso’

Outro destaque é uma mesa com Marcelino Freire, que fará um encontro poético-musical com Alexandre Revoredo chamado Diz, ritmia: o canto do verso. Várias obras de Marcelino Freire já foram adaptadas para outras linguagens, como a dança e o teatro, e essa será uma oportunidade de ver o trabalho de Marcelino dialogando com a música. Cantor e compositor de Garanhuns, Alexandre Revoredo revela que o projeto surgiu de uma forma espontânea, mas com a aprovação do autor pernambucano. “Sempre gostei muito de literatura e foi assim que conheci a obra de Marcelino. Teve um dia que estava com a minha companheira e ela declamou um poema dele enquanto eu tocava, ficou bem bonito. Fiz então uma música com as poesias dele e o próprio Marcelino gostou muito. O projeto é muito voltado para a poesia, as letras são bem voltadas pra literatura, e durante a apresentação conversamos justamente sobre essa conexão, sobre o ritmo, o verso e o canto, porque a poesia também é música. Vai ser um momento inédito, porque o Marcelino Freire nunca esteve no FIG antes. Vou levar meu violão e a gente faz um bate-papo poético, onde ele recita textos dele e a gente faz essa troca”, destaca o músico, que se prepara para lançar ainda este ano seu primeiro EP.

Mais um ano o FIG terá a importante parceria com o SESC, instituição que atua fortemente na política cultural no Brasil como um todo. “Eles que estão com as ações em homenagem ao Luís Jardim, que recebe essa honraria pois esse ano completam-se 30 anos de sua morte. Vão ter vários momentos para prestigia-lo, com rodas de história, leitura dramática, mesa sobre determinadas obras e debate sobre a trajetória do autor. Além disso, o SESC está levando uma programação voltada para a formação do público infanto-juvenil, que é um publico bastante presente na Praça da Palavra”, conta Mariane Bigio.

Divulgação

Divulgação

Numa parceria com o Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns – FILIG, a Praça da Palavra recebe a ilustradora pernambucana Rosinha

Outra parceria da Praça do Palavra esse ano será com o Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns – FILIG, que chega na sua terceira edição em outubro deste ano. “A próxima edição do FILIG terá foco no livro ilustrado, que é também uma espécie de texto, principalmente quando a gente fala na literatura infanto-juvenil, ou de uma pessoa ainda não letrada. Neste sentido vamos levar atividades com a ilustradora pernambucana Rosinha, com vivências, uma espécie de oficina de desenho para crianças e mediação sobre a obra dela, com um bate-papo com a garotada. Ela é muito premiada e já emprestou seu traço para vários livros mundo afora”, detalha a coordenadora de Literatura da Secult-PE.

Sobre literatura infanto-juvenil, o FIG terá muitas atrações. Uma delas é com a contadora de histórias Irene Tanabe, de São Paulo que faz origamis durante a contação e realizará três sessões em diferentes datas. Tem também a Aline Alencar, da Cia Forróbodó de Teatro, da Paraíba, que vai levar histórias para a Praça da Palavra, além de Suzana Moraes, que escreve literatura de cordel para crianças. “Vale destacar o Outras Palavras e o Outras Palavrinhas na programação da Praça da Palavra. O Outras Palavras é um projeto da Fundarpe que mistura a literatura com outras linguagens e leva arte e cultura para o público escolar, principalmente do Ensino Médio. E junto a Antonieta Trindade (gestora do Outras Palavras), pensamos no Outras Palavrinhas, mais voltado para a criançada, e que terá conversas com as autoras de obras infantojuvenis Susana Morais e Socorro Lacerda (lançando o livro “Vira-vira, Violeta”), e apresentação do Reisado Infantil Floreando”, destaca Mariane Bigio.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE LITERATURA DO FIG 2017:
Praça da Palavra
Espaço para recitais, contações de histórias, debates, lançamentos de livros.

Sábado, 22/7
9h – Ação Educativa| Brincando e Cantando com Expressões Populares (SESC – PE)
10h – Oficinas Infantis| Confecção de Marcadores de Livros (SESC – PE)
11h – Embarcando no Universo da Imaginação, com a Cia. Fisa D’arte (Sec. de Turismo e Cultura de
Garanhuns – PE)
12h – Atividade da GRE (Gerência Regional de Educação)
14h – Saraus em Pasárgada
15h – Contação de Histórias, com O Tapete Voador (Cepe Editora)
16h – Lançamento de Livro | Religiões negras no Brasil da Escravidão à Pós-Emancipação, com Valéria Costa (PE)
17h – Livros Digitais: Como eles estão revolucionando o mundo, com Luciano Júnior (Sec. de Turismo e Cultura de Garanhuns – PE)
18h – Diz, ritmia: o canto do verso, com Marcelino Freire (PE/SP) e Alexandre Revoredo (PE)
19h – Intervenção Poética| Poesia ao Vivo – A impressão que se leva sempre: Sempre Poesia de Maria do Carmo Barreto Campello de Melo, com a atriz e performer Sônia Bierbard (PE)

Domingo, 23/7
9h – Oficinas Infantis| Confecção de bonecas Abayomi (SESC – PE)
11h – Contação de Histórias | Uirapuru, com Aline Alencar da Cia. Forrobodó de Teatro (PB)
12h – Atividade da GRE (Gerência Regional de Educação)
14h – Uma tarde sobre a Revolução de 1817, palestra com Paulo Santos (autor do livro “1817: Amor e Revolução”), e Betânia Corrêa (autora do livro “ABCdário da Revolução” e gerente do Museu da Cidade do Recife) seguido da exibição do documentário “Revolução de 1817: 74 dias de liberdade em Pernambuco”.
Lançamento do livro “1817: Amor e Revolução” com Paulo Santos (Cepe Editora)
16h – Contação de Histórias | Uirapuru, com Aline Alencar da Cia. Forrobodó de Teatro (PB)
17h – Um Clarão: Luz sobre a poesia de Cida Pedrosa, conversa com a autora
18h – Lançamento de Livro e Debate: “Políticas Culturais e Gestão Democrática no Brasil”: Bate-papo com Américo Córdula (SP) e Sérgio Mamberti (SP), mediação de Paula de Renor (PE)
19h30 – Mesa de Glosas | De Repente uma Glosa , com Genildo Santana, Zé Adalberto, Alexandre Morais, Dayanne Rocha e Elenilda Amaral, mediação de Luna Vitrolira (PE)

Segunda-feira, 24/7
9h – Ação Educativa | Brincando e Cantando com Expressões Populares (SESC – PE)
10h – Atividade da Secretaria de Educação de Garanhuns
11h – Atividade da Secretaria de Educação de Garanhuns
12h – Atividade da GRE (Gerência Regional de Educação)
14h – Saraus em Pasárgada
15h – Palestra | A Ficção e a Realidade no Mundo da Literatura, com Alexandre Santos (UBE)
16h – Rede Mestres e Brinquedos em Sementes da Brincadeira, um bate-papo com Danielle Jansen e Wagner Porto sobre o brinquedo, a literatura oral, as tradições fitoterápicas e a ecologia
17h – Palestra | Revolução Literária em Pernambuco, com José Bezerra de Lemos (UBE)
18h – Palestra | Elementos de uma Pesquisa Histórica, com Melchiades Montenegro (UBE)
19h – As Diversas Personagens na Obra de Luís Jardim, Adelmo Camilo conversa com Wagner Marques

Terça-feira, 25/7
9h – Palestra |Mudanças na Literatura, com Alberico Fernandes (UBE)
10h – Lançamento do livro “O Rei e o Baião”, com Bené Fonteles e Paulo Vanderley (SESC – PE)
11h – Palestra | A Poesia na Música de Dominguinhos, com Ronaldo César (UBE)
12h – Atividade da GRE (Gerência Regional de Educação)
14h – Saraus em Pasárgada
15h – Conversa Assombrada – Oralidade e Literatura: Encenação de Histórias Assombradas da Mata e do Mar, com Paulo André Viana e Renê Ribeiro (PE). Bate-papo com os autores Roberto Beltrão e André Balaio (PE)
17h – Bate-papo | a palavra confessa, com Stefanni Marion (SP) e Adélia Coelho (PE). Realização de exercício aberto onde será produzido um poema/texto confessional. Lançamento do projeto | A TORRE: antologia de poesia confessional, cartas e diários íntimos.
18h – Palestra | Vida e Obra de Belchior, com Cosme Rogerio (UBE)
19h – Roda de Histórias com Grupos de Contadores de Histórias do SESC Garanhuns

Quarta-feira, 26/7
9h – Alma Pelada, poesia abstrata com Luiz Gonzaga de Melo Neto (UBE)
10h – Escuta e Labirinto – Vivência da Escuta da Música Contemporânea como entrada em um Labirinto, com Leonardo Aldrovandi (SP)
11h – Atividade da Secretaria de Educação de Garanhuns
14h – Outras Palavras: conversa com Paulo Gervais (vencedor do IV Prêmio Pernambuco de Literatura) e Apresentação do grupo Chorões da Aurora
16h – Palestra | Declamação em prosa, verso e poesia em relação ao que o progresso nos trouxe, com Paulo de Melo (UBE)
17h – Prosa e Cordel: Em cena a poesia popular, com Edilene Soares e Sandoval (UBE)
18h – Palestra | Quem matou Delmiro Gouveia, com Edsom Mendes (UBE)
19h – Palestra e Lançamento de Livro | À Espera de Tio Alois, com Homero Fonseca (PE), mediação de Dorvalina Maciel (PE)
20h – Recital | Da Lua Não Vejo Minha Casa, com Leonardo Aldrovandi (SP)

Quinta-feira, 27/7
9h – Intervenção e Performance | A Chegada de Godot (Ou O Distribuidor de Poemas), com Luiz Manuel (PE)
10h – Atividade da Secretaria de Educação de Garanhuns
11h – Atividade da Secretaria de Educação de Garanhuns
12h – Atividade da GRE (Gerência Regional de Educação)
14h – Saraus em Pasárgada
15h – FILIG no FIG, conversa com a escritora e ilustradora Rosinha (PE)
16h – Contação de Histórias com Origamis, com Irene Tanabe (SP)
17h – Vida e Obra de Hermilo Borba Filho: João Denys conversa com Leda Alves (Cepe Editora)
18h – Leitura Dramatizada da obra “A Moça do Trapézio” de Luís Jardim, com o Grupo de Teatro do SESC Garanhuns
19h – Memórias de Luís Jardim, Ivonete Batista conversa com Luiz Afonso Jardim (SESC – PE)
20h – Lançamento do Livro “O Reino Encantado”, de 1878, de Alencar Araripe Júnior, em uma reedição organizada pela especialista e pesquisadora Débora Cavalcantes de Moura, que bate-papo com Paula de Melo e Betânia Pedrosa Monteiro.

Sexta-feira, 28/7
9h – FILIG no FIG: Vivência de Ilustração para Crianças, com a escritora e ilustradora Rosinha (PE)
11h – Contação de Histórias com Origamis, com Irene Tanabe (SP)
12h – Atividade da GRE (Gerência Regional de Educação)
14h – Saraus em Pasárgada
15h – FILIG no FIG: Mediação de leitura sobre a obra da escritora e ilustradora Rosinha (PE), com Yalle Feitosa (PE)
16h – Palestra | A Responsabilidade do Escritor, com Taciana Valença (UBE)
17h – Sarau |Paraíba Contemporânea, com as declamadoras do Ariel Coletivo Literário (PB)
18h – Premiações Literárias: Conversa com os Vencedores do IV Prêmio Pernambuco de Literatura e Prêmio Cepe Nacional de Literatura, Camillo José, Paulo Gervais, Philippe Wollney e Walther Moreira Santos, mediação de Nivaldo Tenório (PE)
19h – Lançamento de Livro |Passos do Meu Caminhar, de Fernanda Lúcia Nicéas Pires (PE)
20h – Performance Poética | POEMAPE(NS)AMENTO, com josé juva e Camillo José (PE)

Sábado, 29/7
9h – Contação de Histórias com Origamis, com Irene Tanabe (SP)
10h – Outras Palavrinhas: Conversa com as escritoras infantis Susana Morais e Socorro Lacerda Lançamento do Livro “Vira-vira, Violeta”, de Socorro Lacerda, e apresentação do Reisado Infantil Floreando
12h – Atividade da GRE (Gerência Regional de Educação)
14h – Saraus em Pasárgada
15h – Contação de Histórias | O Baú da Camilinha (Cepe Editora)
16h – Contação de Histórias | Clássicos em Cordel, com Susana Morais e Diego Glbran (PE)
17h – Palestra | A Arte de Contar Histórias: Uma proposta para despertar o gosto pela leitura, com Vera Nóbrega (UBE)
18h – Roda de Histórias com Grupos de Contadores de histórias do SESC Garanhuns
19h – Obras e Trajetória de Luís Jardim, Nivaldo Tenório conversa com Jodeval Duarte (SESC – PE).

Ações Especiais
Saraus em Pasárgada
Dias 22, 24, 25, 26, 27, 28 e 29/7 | 14h* | Praça da Palavra
Recitais com Raiz Nunes, César Monteiro, Débora Ramos e Celina Berto. Microfone aberto para participação do público e artistas locais.
*No dia 26, a ação acontecerá às 17h

Pontos, Outras Vistas
De 22 a 29/7 | Praça da Palavra

Intervenção Poética (via Correios) com Fernanda Limão (PE)
A Chegada de Godot (Ou O Distribuidor de Poemas)
Dia 26/7 | 11h e 17h

Intervenção Poética com Luiz Manuel (PE)
Livros Livres
Ação inspirada no conceito de book crossing, consiste em criar espaços para trocas de livros em lugares públicos. Durante todo o festival Livros serão “libertados” em pontos diversos da cidade, com selo

< voltar para home