Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

‘Porcelana’ une paixão de Alaíde Costa e Gonzaga Leal pela música

Evento de lançamento do disco, que conta com incentivo do Funcultura, será realizado nesta quinta (18), na Loja Passa Disco, no Recife

Geórgia Branco/Divulgação

Geórgia Branco/Divulgação

‘Porcelana’ é um disco feito sem pressa, como Alaíde Costa e Gonzaga Leal gostam de dizer, e também um álbum de declaração de amor entre eles.

Amigos de longa data e apaixonados pela música popular brasileira. Este é um retrato da relação dos cantores Alaíde Costa e Gonzaga Leal, amizade unida por um universo de afetos e sonoridades compartilhadas. A parceria que se intensificou ainda mais com o espetáculo ‘Porcelana’, uma celebração à MPB – como gostam de afirmar, agora está registrada em formado de disco. O álbum homônimo será lançado na próxima quinta-feira (18/02), no Recife, com direito a um pocket show da dupla e noite de autógrafos. A entrada para o evento, que conta com incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura, é gratuita.

Quem participou da abertura do Festival de Inverno de Garanhuns de 2015, no Teatro Luiz Souto Dourado, teve a oportunidade de assistir a uma prévia deste encontro musical. As canções escolhidas para o repertório mostram as diferenças e as similaridades do canto de Alaíde e Gonzaga. Canções de álbuns como ‘Divinamente Nua’ (Caetano Veloso e Orlando Moraes), ‘Porcelana’ (Moisés Santana), ‘Meu menino é d’oiro’ (Zeca Afonso e Armando Machado) e ‘Delicado’ (Socorro Lira) compõem a apresentação.

O título ‘Porcelana’ tem a ver com o processo de formação do disco e também do espetáculo. Um trabalho feito sem pressa, como eles gostam de dizer, e também um álbum de declaração do amor entre eles. A sutileza é outra presença recorrente nas 13 canções que formam o disco, repleto de lirismo e pura sensibilidade, sentimentos contantes nessas duas décadas de amizade entre os dois, que já dividem os palcos da vida há mais de 10 anos.

Alaíde Costa, carioca radicada em São Paulo, é uma das pioneiras da Bossa Nova, e há mais de 50 anos esbanja talento ao interpretar composições alheias e de sua autoria. Por sua vez, Gonzaga Leal segue na estrada desde a década de 1970, com um apurado senso de qualidade na seleção de repertório e dos músicos que o acompanham.

Costa Neto/Secult-PE

Costa Neto/Secult-PE

O espetáculo ‘Porcelana’, que agora virou disco, foi apresentado em 2015 pelos cantores Gonzaga Leal e Alaíde Costa durante o Festival de Inverno de Garanhuns

Para Gonzaga, há uma honra enorme em dividir este projeto com a cantora Alaíde. “Somos de gerações diferentes, mas ao mesmo tempo próximas. Também somos sagitarianos, regidos pela paixão”, brinca ele, “Não é todo mundo que tem mais de 50 anos de carreira, com essa integridade e lucidez a respeito de seu ofício. Alaíde já dialogou com Tom Jobim, João Gilberto, Vinícius de Moraes, Johnny Alf, João Donato, só para citar como exemplos”, afirma Gonzaga.

Outras músicas que fazem parte das trajetórias dos artistas estão no repertório, como ‘Estrada do Sertão’ (João Pernambuco e Hermínio Bello de Carvalho), ‘Me deixa em paz’ (Monsueto e Ayrton Amorim) e ‘Serenata’ (Schubbert e Arthur Nestrovski). Uma curiosidade é que Alaíde gravou pela primeira vez com o idioma ioruba nas músicas ‘Omi Imalé’ (Domínio Público) e ‘Oiá’ (Sérgio Pererê), que servem como prólogo do CD.

Geórgia Branco/Divulgação

No sábado (20/02), é a vez de Alaíde e Gonzaga apresentarem o show ‘Porcelana’ na Creperia Rouge, em Casa Forte, no Recife. Em ambas as apresentações, Alaíde e Gonzaga serão acompanhados pelos músicos Claúdio Moura (violão, viola e direção musical), Maurício César (piano e arranjos), Adilson Bandeira (sax, clarinete e arranjos) e Tomás Melo (percussão).

Serviço
Lançamento do CD ‘Porcelana’, de Alaíde Costa e Gonzaga Leal
Quinta-feira (18/02), 19h
Loja Passa Disco (Estrada do Encantamento 480, Parnamirim, Recife/PE)
(81) 3268.0888
Gratuito

< voltar para home