Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Funcultura

Studio Tear abre espaço para a música autoral pernambucana em Garanhuns

Igor de Carvalho, Martins e Revoredo são as atrações da edição do projeto que acontece nesta sexta-feira (15), a partir das 20h. Com incentivo do Governo de Pernambuco, através do edital de música do Funcultura, a iniciativa promove shows mensais de artistas autorais pernambucanos.

Divulgação

Divulgação

Igor de Carvalho será uma das atrações do projeto Studio Tear nesta sexta (15).

Por Camila Estephania

Cenário de um dos maiores festivais de cultura de Pernambuco, Garanhuns tem buscado formas de garantir a movimentação musical da cidade para além do FIG. A proposta de manter uma programação de atividades artísticas o ano inteiro é o que pauta o projeto Studio Tear, por exemplo, que com incentivo do Governo do Estado, através do Funcultura de Música, promoverá shows de artistas pernambucanos autorais ao longo de 10 edições de regularidade mensal. Em junho, o projeto acontecerá nesta sexta-feira (15), a partir das 20h, no Aldeia Tear, e terá como convidados os recifenses Igor de Carvalho e Martins, além do garanhuense Revoredo.

Buscamos não só esses novos nomes que têm circulado pelo Estado, como também sempre queremos conta com alguém aqui da cidade. Fazemos esse trabalho com a ideia de formação de plateia e de continuidade mesmo, porque a gente só via essas coisas durante o FIG e no resto do ano, a cidade fica muito carente de ações que valorizem o trabalho autoral”, explica Stephany Metódio, que idealizou a iniciativa em 2016, quando começou o projeto de maneira independente no Aldeia Tear.

Entre os convidados desta edição, Igor de Carvalho adianta que será uma noite dedicada não só aos trabalhos individuais, mas, principalmente, às parcerias. “Eu estava conversando com os meninos pra gente se relacionar mais no palco, então, vamos juntar as nossas parcerias. A gente já se encontra há algum tempo por conta do ‘Reverbo’, será mais uma oportunidade de compartilhar e fazer uma festa entre amigos”, observa ele, que levará no formato voz e violão não só músicas de “A TV, a Lâmpada e o Opaxorô”, como também novas composições de “Cabeça Coração”, seu próximo disco com lançamento previsto para novembro deste ano.

Com ingressos já esgotados para o evento, ela observa que há um interesse crescente do público agrestino por essa produção. “O que estamos fazendo é importante para criar uma rede, não só para os artistas, com a construção de uma plateia pagante, o que não é tão comum no interior, como também para o público, que tem mais acesso para conhecer esses trabalhos”, avalia a produtora que, embora ainda não tenha as datas confirmadas das próximas edições, disse que também estão previstos para praticar do projeto nomes como Juliano Holanda, Almério, Isadora Melo e Flaira Ferro, acompanhados sempre por garanhuenses como anfitriões, como Leo Noronha e Hercinho.

O Aldeia Tear é uma casa de cultura muito importante porque além de música, está levando poesia, cinema, entre outras coisas. Pela situação politica de hoje, as casas estão sendo cada vez mais fechadas para a fomentação da arte que a gente está fazendo. Por isso, a questão do show ser de voz e violão é até uma resposta a isso, porque é uma forma mais fácil de levar a nossa música. Querendo ou não, é uma dificuldade sair da própria cidade, então, é legal quando surge uma iniciativa como essa”, destacou Igor, ao frisar o papel de resistência do espaço.

SERVIÇO
Studio Tear com Igor de Carvalho, Martins e Revoredo
Quando: Nesta sexta-feira, a partir das 20h
Onde: Aldeia Tear (Rua Antônio Penante, 480 – Garanhuns)
Ingressos: R$ 15 (ESGOTADOS)

 

 

< voltar para home