Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Literatura

Clisertão 2016 movimentou o setor da literatura, do livro e da leitura em Petrolina

3º Congresso Internacional do Livro, Leitura e Literatura no Sertão vai discutir produção, fomento e circulação literária

arte

O 3º Congresso Internacional do Livro, Leitura e Literatura no Sertão (Clisertão 2016) implementou intensa programação Petrolina, durante sua realização. O evento foi uma realização da Universidade de Pernambuco, campus Petrolina/Colegiado de Letras, em parceria com o Governo de Pernambuco, através da Secult e Fundarpe. Através do projeto Outras Palavras, criado pela vice-presidência da Fundarpe, o Clisertão 2016 deixou mais uma marca na região. Cinco escolas de referência receberam, cada uma, um kit com 15 obras de escritores pernambucanos, entre livros de contos, romance, poesia e narrativas sobre mestres da nossa cultura popular e Patrimônios Vivos do Estado. Na quinta-feira, durante o Clisertão, o músico Geraldo Azevedo, que é natural de Petrolina, recebeu o título de Doutor honoris causa, pela sua grande contribuição às artes e à cultura do Estado.

Nesta edição, o evento que presta homenagem ao escritor baiano e membro da Academia Brasileira de Letras, Antônio Torres, e à crítica literária petrolinense Elisabet Moreira. Sob o tema ‘Livro, Leitura e Memória’, o Clisertão reafirmou-se como um grande evento na área do livro, leitura e literatura.

divulgação

divulgação

O escritor Antônio Torres é um dos homenageados desta edição

“Nessa terceira edição, ele se consolida como uma ação que ajuda a construir atividades exitosas voltadas para a democratização do acesso ao livro no Sertão. Dessa forma, a UPE e a Secult/Fundarpe, realizadoras do evento, lutam para que o livro não seja visto apenas como um produto de mercado, mas como elemento importante na construção da cidadania e da qualidade de vida”, comenta o professor Genivaldo do Nascimento, coordenador geral do Clisertão.

Ricardo Moura/SecultPE

Ricardo Moura/SecultPE

Também homenageada, a crítica literária Elisabet Moreira vai participar da programação

Nomes como Marcelino Freire, Xico Sá, Bráulio Tavares, Cida PedrosaWashington Cucurto (Argentina), Veronique Bulteau (França), Mónica González (Chile), Idália Morejón (USP) e Marisa Lajolo (Unicamp) – além dos homenageados -, estarão presentes, discutindo com o público universitário alguns temas urgentes para a literatura brasileira, como a formação de leitores, o cenário da crítica, a utilização de novos suportes e o rompimento com o imaginário pré-estabelecido sobre a produção literária no sertão.

Para Wellington de Melo, coordenador de Literatura da Secult-PE, o evento “é uma iniciativa que vai além dos congressos científicos tradicionais, pois já nasce deste desejo de integrar ciência, tecnologia, educação e cultura, olhando para fora dos muros da academia, dialogando com a sociedade”.

Nesse sentido, algumas ações descentralizadas (marcas das primeiras edições) estão novamente confirmadas. Entre elas, o Clisertãozinho, com teatro e contação de histórias em escolas mais afastadas do centro de Petrolina, e as Ecoleituras, que sugerem vivências literárias e de contemplação das riquezas naturais da região, como a Ilha do Rodeadouro, o por do sol no Serrote do Urubu e o próprio rio São Francisco.

O recital musicado ‘Ai Se Sêsse’, do poeta-educador pernambucano Maviael Melo; uma homenagem, feita pela Facape, Univasf, UPE e Uneb,  pelos 50 anos de carreira de Geraldo Azevedo; e ainda a ação ‘De repente poesia’, com o repentista e escritor Geraldo Amâncio, também são destaques da programação, inteiramente gratuita.

POLÍTICAS PÚBLICAS

Aproveitando a presença de escritores, poetas populares e demais interessados nas políticas públicas para a Literatura no estado, o Clisertão vai acolher, nesta quarta (4), uma escuta para a construção do PELLLB – Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca.

De acordo com o Secretário Estadual de Cultura Marcelino Granja, “o momento é de construção coletiva e pactuação de um programa estruturante para a literatura no estado, com ações e políticas que podem virar realidade num curto espaço de tempo, como também aquelas que serão metas para os próximos dez anos”.

A presidente da Fundarpe Márcia Souto reforça a importância do encontro, que “pretende diagnosticar cenários e apontar desafios comuns para o fortalecimento de todas as cadeias do setor, sem perder de vista alguns aspectos territoriais e o perfil de desenvolvimento sociocultural de cada região pernambucana”, comenta.

Além de gestores públicos, o momento contará com a presença de representantes do Fórum Pernambucano em Defesa das Bibliotecas, Livro, Leitura e Literatura.

CLISERTÃO 2016

O 3º Congresso Internacional do Livro, Leitura e Literatura no Sertão é uma realização da Universidade de Pernambuco, campus Petrolina/Colegiado de Letras em parceria com o Governo de Pernambuco, através da Secult e Fundarpe.  O evento conta com o apoio da Prefeitura de Petrolina, da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE), da Empetur, do Plenus Colégio e Curso e da Criatur.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA – CLISERTÃO 2016

SEGUNDA-FEIRA, 2 DE MAIO
MANHÃ
Ações Descentralizadas

9h às 12h–Ecoleituras
Convidados visitam a Ilha do Rodeadouro
Saída da Orla, em frente ao Palace Hotel.

TARDE E NOITE
Auditório UPE – Petrolina

15h – 17h30 | Credenciamento e entrega de crachás/pastas
18h30 – 19h | Concerto com a Banda Philarmônica 21 de Setembro.
19h20 – Abertura oficial
Representações da Secretaria de Cultura de Pernambuco, Secretaria de Ciência e Tecnologia, Reitoria da Universidade de Pernambuco, Presidência da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, Facepe, Empetur, Diretoria do Campus Petrolina/Coordenação de Letras, Prefeitura de Petrolina, Gerência Regional de Educação/Secretaria de Educação de Pernambuco e homenageados do 3º Clisertão.

20h às 22h – Livro e Memória
Conferência com o escritor e membro da Academia Brasileira de Letras, Antônio Torres, homenageado do 3º Clisertão. Exibição do filme “Antônio, o menino que queria ser Castro Alves” (Brasil, 2015). Mediação: Calila das Mercês e Raquel Galvão.

TERÇA-FEIRA, 3 DE MAIO

MANHÃ
Ações descentralizadas

9h – Outras Palavras
Entrega de livros de escritores pernambucanos às Escolas de Referência de Petrolina. Coordenação: Antonieta Trindade (Vice-Presidente da Fundarpe).
Local: Escola Jornalista João Ferreira Gomes.
Escolas convidadas: Dom Helder Câmara, Jornalista João Ferreira Gomes, Simão Durando, NM 11 e Adelina Almeida.

9h – Clisertãozinho
Teatro e Contação de Histórias | Local: Escola Estêvão Rodrigues Coelho (Rajada)

9h às 10h – ClisArte
Arte feita por universitários. Recital Poético.
Com o GEEPP (Grupo de Estudantes Especializados em Perfomances Poéticas) – Curso de Letras da UPE Petrolina. Local: Praça Dom Malan

9h às 12h – Ecoleituras
Convidados visitam a Ilha do Fogo. Contação de Histórias (lendas do São Francisco).
Saída da Orla, em frente ao Palace Hotel.

TARDE E NOITE

Feira de livros
15h às 21h
Venda e exposição de livros de autores locais/nacionais/internacionais pela Livraria SBS. Ao lado do Auditório da UPE (parte interna). Exposição Fotográfica e venda de produtos artesanais. Com a Associação Mulheres Rendeiras. Exposição Fotográfica Sertão Mundo. Com o Plenus Colégio e Curso.

15h15 às 16h20 – Memórias da Caatinga
Local: Campus UPE – Petrolina
Com o sociólogo e escritor Esmeraldo Lopes e a profªDrª Rúbia Lóssio (Fac. Leão Sampaio Juazeiro do Norte-CE). Mediação prof. Ms. Ivanildo Almeida (UPE Petrolina)

16h30 às 18h – Escritores Indígenas: os sentidos e significados de uma literatura feita por índios
Com o prof.Ms. Leandro Durazzo (UFRN) e o escritor e prof. Dr. Daniel Munduruku (UKA TV- São Paulo). Mediação profªMs. Kátia Gomes (UPE Petrolina)

19h – A crítica, fronteiras e desbravamentos
A poeta Cida Pedrosa conversa com a escritora, pesquisadora, crítica literária e profª Ms. Elisabet Moreira, homenageada do 3º Clisertão

20h – Ai Se Sêsse: Recital Musicado
Com o poeta-educador Maviael Melo

QUARTA-FEIRA, 4 DE MAIO

MANHÃ
Ações Descentralizadas

9h – Clisertãozinho
Teatro e Contação de Histórias
Local: Escola Camila Branco (Vila Aparecida/NM12)

9h às 12h – Escuta para a construção do PELLLB – Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca
Local: Campus UPE – Petrolina
Participação do Fórum Pernambucano em Defesa das Bibliotecas, Livro, Leitura e Literatura

TARDE E NOITE
Ações Descentralizadas
Feira de livros
15h às 21h
Venda e exposição de livros de autores locais/nacionais/internacionais pela Livraria SBS. Ao lado do Auditório da UPE (parte interna). Exposição Fotográfica e venda de produtos artesanais. Com a Associação Mulheres Rendeiras. Exposição Fotográfica Sertão Mundo. Com o Plenus Colégio e Curso.

19h às 20h30
Livros à mão cheia. Doação, troca e empréstimo de livros. Com o Plenus Colégio e Curso.
Local: Praça 21 de setembro (atrás da Prefeitura)

19h30 às 20h30
Concerto com a Orquestra Sinfônica do Sertão
Local: Distrito de Rajada

15h15 às 16h40 – Mesa e Lançamento de livros
Local: Campus UPE – Petrolina
“A ecologia do Corpo” (Juracy Marques); “Na quadrada das águas perdidas-livro e DVD (Wagner Miranda e Marcos Carvalho); “As palavras que não couberam em mim: do coração à alma” (João Trapiá); ”O Engenhoso Reino do Sertão: nova expedição sagratória ao Quinto Império do Brasil” (Gildeone dos Santos Oliveira); “Estigma” (João Gilberto Guimarães); “Claranã” (Cida Pedrosa); e “Para uma antropologia do Sertão: ecologia e sociologia do cotidiano” (Veronique Bulteau). Coordenação do poeta e jornalista Carlos Laerte.

17h às 18h – Comunicações Orais
18h às 19h – Apresentação de Pôster
19h às 21h30 – Minicursos/Oficinas

QUINTA-FEIRA, 5 DE MAIO

MANHÃ
8h às 12h – Ecoleituras
Convidados visitam a Barragem de Sobradinho, um dos maiores lagos artificiais do mundo.
Saída da Orla. Em frente ao Palace Hotel. Vagas: 40

8h – Tropeiros
Conversa com os jovens autores Matheus José, Ana Luísa Von e João Gilberto (CLAE) nas escolas e doação de livros.
Local: Escola Antonio Padilha (das 8h às 10h), Escola de Aplicação (das 10h30 às 12h) e
Associação das Mulheres Rendeiras (das 15h às 16h).

9h – Clisertãozinho
Teatro e Contação de Histórias.
Local: Escola Luiz de Souza (Serrote do Urubu)

TARDE E NOITE
Ações Descentralizadas

15h às 21h
Venda e exposição de livros de autores locais/nacionais/internacionais pela Livraria SBS. Ao lado do Auditório da UPE (parte interna). Exposição Fotográfica e venda de produtos artesanais. Com a Associação Mulheres Rendeiras. Exposição Fotográfica Sertão Mundo. Com o Plenus Colégio e Curso.

15h15 às 16h30 – Cordel contemporâneo: novos leitores e novos suportes
Conferência com o escritor, músico e crítico literário Bráulio Tavares. Mediação: profª Drª Dirce Jaeger (UPE-Garanhuns).
Local: Campus UPE – Petrolina

16h40 às 18h – A velha nova geografia da fome: campos de concentração no Ceará
Com o escritor e jornalista Xico Sá e o produtor cultural Chico Egídio. Mediação prof.Ms. Moisés Almeida (UPE Petrolina)

João Freire/SecultPE

João Freire/SecultPE

Marcelino Freire é uma das atrações confirmadas

19h às 20h – De Rasif à Constitución: uma prosa entre memória, lugar de fala e travessias culturais
Com os escritores Marcelino Freire e Washington Cucurto (Argentina). Mediação Profª. Drª Paula Santana (UFRPE Serra Talhada)

20h10 às 21h10 – Olhares entrecruzados: para uma antropologia do Sertão – ecologia e sociologia do cotidiano
Prof. Dr. Lourival Holanda (UFPE) conversa com a pesquisadora Drª Veronique Bulteau (França). Mediação profª Ms. Joelma Reis (Secretaria Municipal de Educação de Petrolina)

21h20 às 22h – Geral-do Brasil
Homenagem realizada pela Uneb, Facape, UPE e Univasf. Com o cantor e compositor Geraldo Azevedo, nos seus cinquenta anos de carreira, e representantes das IES homenageadas. Lançamento do livro Geral-do Brasil. Coordenação prof. Dr. Juracy Marques (Uneb)

SEXTA-FEIRA, 6 DE MAIO

MANHÃ
Ações Descentralizadas

9h – Clisertãozinho
Teatro e Contação de Histórias
Local: Escola Ricardo Rodrigues de Miranda (Caatinguinha)

9h às 11h30 – Minicurso
Local: Campus UPE – Petrolina
Como publicar em E-book: etapas, vantagens e desvantagens da publicação de livros no mundo virtual. Com a profª Drª Sandra Araújo (Coordenadora da Edupe – Editora da Universidade de Pernambuco; professora da UPE).

TARDE E NOITE

Feira de Livros
15h às 21h
Venda e exposição de livros de autores locais/nacionais/internacionais pela Livraria SBS. Ao lado do Auditório da UPE (parte interna). Exposição Fotográfica e venda de produtos artesanais. Com a Associação Mulheres Rendeiras. Exposição Fotográfica Sertão Mundo. Com o Plenus Colégio e Curso.

19h30
Peça “O Santo e a Porca”. Com a Companhia TPA-Teatro Popular de Arte.
Para alunos das escolas públicas estaduais: João Barracão, Eduardo Coelho e Dom Malan e das municipais de Petrolina: Luiza de Castro, São Domingos Sávio, Jacob Ferreira e Anézio Leão.

Local: Teatro Dona Amélia (Sesc)

15h15 às 16h10
Local: Campus UPE – Petrolina
O lugar da Literatura Brasileira na América Latina
Com a profª Drª Idalia Morejón Arnaiz (USP) e a profª Drª  Mónica González (Universidade de Talca-Chile). Mediação profª Drª Cristina Botelho (UPE-Nazaré da Mata)

17h às 18h30 – Ecoleituras
Convidados assistem ao pôr do sol no Serrote do Urubu, local onde se ouve e se vê o rio São Francisco. Saída da UPE.

19h às 20h: Literatura, Escola e Formação de Leitores
Conferência com a profª Drª Marisa Lajolo (Unicamp).  Mediação: profª Ms. Maria Rivaldízia do Nascimento (FACAPE e Rede Estadual de Ensino de Pernambuco)

20h10 às 21h – De repente poesia
Com o repentista e escritor Geraldo Amâncio

< voltar para home