Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Secretaria de Cultura

Luna Vitrolira é a próxima convidada da live do Outras Palavras

Autora do livro “Aquenda, o amor às vezes é isso”, finalista do Prêmio Jabuti de Literatura 2019, Luna conversará com estudantes pelo Instagram @culturape, na próxima segunda-feira (15), às 20h

Divulgação

Divulgação

Luna Vitrolira é poeta, declamadora, cantora, atriz, performer, arte educadora, professora, pesquisadora de literatura oral, e produtora cultural

A artista Luna Vitrolira, autora do livro “Aquenda, o amor às vezes é isso” (finalista do Prêmio Jabuti de Literatura 2019, na categoria Poesia), é a próxima convidada da live do Outras Palavras, realizada por meio do Instagram da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e Fundação do Patrimônio Histórico de Pernambuco (Fundarpe), o @culturape (http://www.instagram.com/culturape). O encontro está marcado para a próxima segunda-feira (15), às 20h, com mediação do jornalista Marcus Iglesias, da Secult-PE/Fundarpe. A transmissão é aberta ao público em geral.

Luna Vitrolira, que já participou do Outras Palavras, também é poeta, declamadora, cantora, atriz, performer, arte educadora, professora de literatura brasileira, pesquisadora de literatura oral, e produtora cultural. No segundo semestre deste ano, por exemplo, vai lançar um disco poético e musical. No seu Instagram (@luna_vitrolira), tem convidado o público a participar da interação “Me conta tua história que eu te escrevo um poema”.

O objetivo da atual temporada do Outras Palavras é proporcionar, por meio das transmissões online, o acesso à cultura aos jovens em geral, mas focando nos que estudam nas escolas da rede pública do estado, por meio de conversas virtuais com artistas, escritores e produtores culturais no @culturape.

Jan RIbeiro/Secult-PE

Jan RIbeiro/Secult-PE

Dentre os projetos que têm produzido, Luna Vitrolira vai lançar, no segundo semestre deste ano, um disco homônimo com música e poesia

Realizado pela Secult-PE e Fundarpe, em parceria com a Secretaria de Educação e Esportes (SEE-PE) e apoio da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), as lives do Outras Palavras também serão utilizadas como material didático pelos professores que atendem aos alunos das escolas públicas.

Gilberto Freyre Neto, secretário de Cultura de Pernambuco, destaca a parceria do Outras Palavras com a SEE-PE. “A partir desse diálogo conseguimos alcançar milhares de jovens que fazem parte da rede pública de ensino aqui em Pernambuco, aproximando-os da literatura e das manifestações da nossa cultura”.

Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe, explica que “o formato de live no Instagram tem a proposta de continuar realizando o Outras Palavras seguindo as recomendações de isolamento social para controle da pandemia do COVID-19 em Pernambuco”.

Secretária Executiva de Educação Integral e Profissional da SEE-PE, Maria Medeiros reforça que esta “parceria é muito significativa para estudantes e educadores em tempo de suspensão de aulas presenciais, levando a cada uma e cada um, virtualmente, os valores culturais pernambucanos”.

Jan RIbeiro/Secult-PE

Jan RIbeiro/Secult-PE

Luna Vitrolira participou de uma edição do Outras Palavras, no ano passado, com a participação de estudantes de várias escolas da RMR

De acordo com Andréa Mota, coordenadora do Outras Palavras na Secult-PE, “a ideia é um ajuste aos novos tempos para continuar ao lado da educação, estimulando o encontro de estudantes e educadores com o melhor da cultura pernambucana produzido nos dias de hoje”. As lives acontecerão quinzenalmente com um artista convidado. Na semana seguinte, um vídeo com depoimentos dos estudantes que participaram do projeto é publicado no @culturape.

Outras Palavras - Política pública que integra cultura, educação e cidadania com as variadas expressões artísticas, o projeto tem como proposta promover a conexão entre estudantes e professores com escritores pernambucanos renomados e mestres da cultura popular do estado. Em quatro anos, o Outras Palavras beneficiou mais de 25 mil jovens de 658 escolas, que receberam nas suas bibliotecas mais de 7.100 livros nas 113 edições realizadas até aqui, sempre levando escritores, artistas e patrimônios vivos de Pernambuco para dialogar com os jovens.

< voltar para home