Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

ARTES CÊNICAS

Governo de Pernambuco promove uma série de ações para celebrar o Dia Internacional da Dança

Realizada pela Secretaria de Cultura e Fundarpe, numa parceria com o Consulado Geral da França para o Nordeste no Recife, programação conta com três ações: performances no Museu do Trem e um espetáculo e master class do bailarino francês James Carlès

Divulgação

Divulgação

Coreógrafo, pesquisador e conferencista, James Carlès estudou inicialmente a dança e música da África e da Diáspora, e depois se formou com grandes nomes da dança moderna em Nova York e em Londres

Marcus Iglesias

Celebrado em todo o mundo no dia 29 de abril, em Pernambuco o Dia Internacional da Dança terá uma programação especial promovida pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura e Fundarpe, numa parceria com o Instituto Francês do Brasil/Consulado Geral da França para o Nordeste no Recife. Ao todo, três atividades distintas ocupam a programação, que já começam no próximo final de semana, sábado (27) e domingo (28), das 11h às 13h, na Estação Central Capiba – Museu do Trem, com a performance “Estamos em obras”, de Clarisse Faye e Adelmo do Vale; e uma Trilogia Coreográfica, em que três coreógrafos pernambucanos criam pequenas peças para que o bailarino Sérgio Galdino as interprete. As outras ações são a realização do espetáculo “Psaumes#2 Happi, La Tristesse du Roi”, do bailarino James Carlès (FR), na segunda-feira (29), no Teatro Rio Mar, às 19h30; e uma master class gratuita com Cárles, na terça-feira (30), no Museu de Artes Afro-Brasileira (Muafro), das 10h às 13h.

Essa programação integra o início da cooperação da atual gestão da Secult-PE/Fundarpe com parceiros e instituições internacionais. “A ideia é que possamos cada vez mais firmar parcerias como essa do Instituto Francês do Brasil / Consulado Geral da França para o Nordeste no Recife, num formato de troca de saberes e de conexão com fazedores de cultura de outros países”, ressalta o secretário estadual de Cultura, Gilberto Freyre Neto.

Jan Ribeiro/Secult-PE/Fundarpe

Jan Ribeiro/Secult-PE

No sábado (27) e domingo (28), das 11h às 13h, a Estação Central Capiba – Museu do Trem recebe duas performances: “Estamos em obras”, de Clarisse Faye e Adelmo do Vale; e a “Trilogia Coreográfica”, com Sérgio Galdino

De acordo com Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe, “outro destaque desta iniciativa é porque ela vai interagir diretamente com um dos nossos equipamentos culturais, a Estação Central Capiba – Museu do Trem, levando novos públicos aos nossos espaços culturais e conectando-os com a produção cultural local e internacional”, explica.

No sábado (27) e domingo (28), das 11h às 13h, o Coletivo Pomba Gira 24 e o bailarino Sérgio Galdino estarão na Estação Central Capiba – Museu do Trem para realizar, respectivamente, ensaios e processos de criação abertos à observação do público. “A apresentação é um processo de criação em aberto para que o público possa visitar a obra coreográfica em construção. A ideia é que as pessoas possam observar a performance o tempo que quiser e depois conversar com os artistas sobre o que se estava sendo visto”, revela Maria Paula Costa Rêgo, coordenadora de Dança da Secult-PE e Fundarpe.

Divulgação

Divulgação

Na performance “Trilogia Coreográfica”, três coreógrafos pernambucanos criam pequenas peças para que o bailarino Sérgio Galdino as interprete

Já o espetáculo solo “Psaumes#2 Happi, La Tristesse du Roi”, da Cie James Carlès Danse & Co, tem na sua ficha técnica, além do James Carlès como bailarino, nomes importantes da dança internacional, como Heddy Maalem (coreografia) e Rachel Garcia (figurino e cenografia). James Carlès estará pela primeira vez no Brasil com passagem pelas cidades de Brasília, Salvador e Recife. Na capital federal, se apresenta no Movimento Internacional de Dança (MID) e, em Salvador, no Festival Vivadança – ambos apoiados pelo Instituto Francês do Brasil.

No Recife, além do Governo de Pernambuco e do Instituto Francês do Brasil/Consulado Geral da França para o Nordeste no Recife, a peça conta com o apoio do Instituto Francês do Brasil, Apacepe, Shopping RioMar, Teatro RioMar, Muafro e Rede Globo Nordeste, com produção da Fervo Projetos Culturais. A apresentação será na segunda-feira (29), às 19h30, no Teatro Rio Mar. Os ingressos custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada).

Divulgação

Divulgação

Até o momento, o repertório de James Carlès é vasto, com mais de 50 espetáculos de sua criação ou feitos por outros autores.

Encerrando a programação, James Carlès vai ministrar a master class “Reset”, na terça-feira (30), das 10h às 13h, no Museu de Artes Afro-Brasileira (Muafro). O resultado dos 25 selecionados será divulgado na próxima quinta-feira (25) no Portal Cultura.PE (www.cultura.pe.gov.br).

James Carlès - Coreógrafo, pesquisador e conferencista, estudou inicialmente a dança e música da África e da Diáspora, e depois se formou com grandes nomes da dança moderna em Nova York e em Londres. Desde 1992, deu início a uma abordagem analítica que busca conciliar as danças, ritmos e filosofias da África e da diáspora com técnicas e pensamento ocidentais.

Emmanuel Tussore/Divulgação

Emmanuel Tussore/Divulgação

Além do solo “Happi, La Tristesse du Roi”, Carlès interpretou outras criações de grandes artistas, como Carolyn Carlson, Robyn Orlin e Rui Hort

Até o momento, o repertório da sua companhia é vasto, com mais de 50 espetáculos de sua criação ou feitos por outros autores. Ele também é um solista reconhecido, tendo interpretado criações de grandes artistas, como Carolyn Carlson, Robyn Orlin e Rui Horta.

Serviço:
Programação gratuita do Dia Internacional da Dança, promovida pelo Governo de Pernambuco e Instituto Francês do Brasil / Consulado Geral da França para o Nordeste no Recife

Processo aberto de criação coreográfica:
• “Estamos em Obras”, de Clarisse Faye e Adelmo do Vale
• “Trilogia Coreográfica”, com Sérgio Galdino
27 e 28 de abril | 11h às 13h
Estação Central Capiba / Museu do Trem (Rua Floriano Peixoto, s/n, São José, Recife)
Classificação: Livre

“Psaumes#2 Happi, La Tristesse du Roi”, com James Carlès (FR)
29 de abril | 19h30
Classificação Indicativa: 14
R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

Master class “Reset”, com James Carlès (FR)
30 de abril | 10h às 13h
Museu de Artes Afro-Brasileira – Muafro (Rua Mariz e Barros, s/n, Bairro do Recife)
Público alvo: artistas da dança em geral

< voltar para home