Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

PATRIMÔNIO CULTURAL

Inscrições para o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade vão até 18 de maio

Os participantes poderão submeter suas propostas on-line, através do site do Iphan

Divulgação

Divulgação

A iniciativa é considerada a maior premiação nacional no campo do Patrimônio Cultural,

O Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, promovido pelo Iphan desde 1987, chega à sua 33ª edição, em 2020. Considerada como a maior premiação nacional no campo do Patrimônio Cultural, a iniciativa tem como objetivo valorizar aqueles que atuam em favor da preservação dos bens culturais do país.

Neste ano, serão selecionadas 12 ações no campo do Patrimônio Cultural Brasileiro. Cada premiado receberá o valor de R$20 mil. Para participar, os proponentes deverão acessar o formulário de inscrição, disponível no site do Iphan, até o dia 18 de maio de 2020 (segunda-feira).  O edital traz novos segmentos na premiação, visando a atender a uma maior gama de ações que já acontecem em todo o território nacional. Nessa edição, o Prêmio Rodrigo traz duas grandes categorias:

Categoria 1 – Iniciativas de excelência no campo do Patrimônio Cultural Material
Categoria 2 – Iniciativas de excelência no campo do Patrimônio Cultural Imaterial

As ações serão pré-selecionadas pelas Comissões Estaduais, compostas por representantes das diferentes áreas culturais de cada Estado, presidida pelo superintendente. As ações vencedoras na etapa estadual serão analisadas pela Comissão Nacional de Avaliação, formada pela presidência do Iphan e por 21 jurados que atuam nas áreas de preservação ou salvaguarda do Patrimônio Cultural. O resultado final do concurso deverá ser divulgado até o dia 30 de agosto de 2020, no site do Iphan. Para saber mais, acesse: portal.iphan.gov.br/premiorodrigo.

SEMANA DO PATRIMÔNIO CULTURAL DE PERNAMBUCO VENCEU A 31ª EDIÇÃO
Criada em 2008, pela Secult-PE/Fundarpe, a Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco recebeu a 31ª edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, na Categoria 2 – Iniciativas de Excelência no campo do Patrimônio Cultural Imaterial.

Instituída para ampliar o diálogo entre a instituição e a sociedade, com foco na temática da preservação do patrimônio cultural do Estado, a iniciativa é realizada há 11 anos e, dentre os objetivos, visa promover a preservação e valorização das tradições e conhecimentos dos municípios pernambucanos envolvidos na ação, que acontece anualmente em agosto.

< voltar para home