Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Literatura

A Gente da Palavra

Costa Neto/Secult-PE

Poetas uniformizados e identificados como “A gentes da palavra” batem de porta em porta, oferecendo-se para recitar poemas, contos, causos, etc.

A relação de semelhança entre a atividade dos “A gentes da palavra” e dos agentes de saúde provoca o imaginário da população, pois leva a literatura à casa das pessoas, trabalhando a ideia de arte como algo tão essencial quanto um medicamento ou um tratamento de saúde. Além disso, o público atendido pelo projeto representa uma parcela da população que normalmente não tem acesso à literatura, já que os bairros contemplados são situados na periferia das cidades. O projeto, que teve início no FIG 2011 e vem sendo realizado também nas cidades onde ocorrem as edições do Festival Penambuco Nação Cultural, é sempre muito bem aceito pelo público, não tendo sido
diferente em Recife, quando ao serem abordadas pelos poetas em sua residência, as
pessoas mais uma vez demonstraram surpresa e alegria por ter a oportunidade de ouvir literatura sem sair de casa.

Dados do “A Gente da Palavra”:

2011
- 4 municípios atendidos | Garanhuns, Triunfo, Petrolina e Palmares.
- Aproximadamente 1720 pessoas ouviram poesia.
- Poetas participantes: Miró, Valmir Jordão, Mariane Bigio, Malungo, Wagner Porto, Arthur Rogério, Felipe Júnior, Luna Vitrolira, Pica-Pau e Rubão.
Destaque: Estreia do “A Gente da Palavra” no FIG.

2012
- 5 municípios atendidos | Garanhuns, Caruaru, Limoeiro, Sertânia e Recife (FIP, Dia da Consciência Negra e [des]Cantata de Nata[l])
- Aproximadamente 2162 pessoas ouviram poesia.
Poetas participantes: Miró, Valmir Jordão, Paulo Pereira, Damião Nunes, Altair Leal, Maciel França, Sivaldo Venerando, Jademilson Gomes, Luna Vitrolira, Felipe Morais, Aldo Lins, Glauber Amaral, Silvana Menezes, Raisa Feitosa, Mariane Bigio, Rivani Nasário.
Destaques: A gentes da palavra durante a [des]Cantata de Nata[l] e no dia da Consciência Negra, dentro da sede da Fundarpe.

2013
- 5 municípios atendidos | Chã de Alegria, Garanhuns, Caruaru, Sertânia e Recife (II FIP e no aniversário da Lei Maria da Penha)
- Aproximadamente 2162 pessoas ouviram poesia.
- Poetas participantes: André de Pina, Philippe Wollney, Renata Santana, Felipe Morais, Galdêncio Neto, Júnior Cordel, Gleison Nascimento, Adélia Coelho, Fagner Lima, Nelson Lima, Camila Puntel, Jomard Muniz de Brito, Ícaro Tenório, Raisa Feitosa, Sandoval Ferreira e Jorge, o poeta do improviso.
Destaques: A gentes da palavra durante o II FIP, no IMIP, e durante as comemorações de aniversário da Leia Maria da Penha na Casa da Cultura.

2014
- 6 municípios atendidos  | Garanhuns, Goiânia, Triunfo, Taquaritinga do Norte, Arcoverde e Recife (III FIP e Semana Manuel Bandeira)
- Aproximadamente 1652 pessoas ouviram poesia.
- Poetas participantes: André Monteiro, Philippe Wollney, Joy Carlu, Geisiara Lima, Gleison Nascimento, João Higino, Ícaro Tenório, Edilza Vasconcelos, Wilma Torres, Caio Meneses, Rildo de Deus, Sandoval Ferreira, Fernanda Limão, Lenice Gomes, Allan Jones, Marília Mendes, Holmes Wanderley, Nelson Pontes, Denizá Rodrigues e Jorge, o poeta do improviso.
Destaques: A gentes da palavra durante a Semana Manuel Bandeira na sede da Fundarpe e arredores, com funcionários como “a gentes”.